2016

2016

quarta-feira, 31 de agosto de 2011

EM VEZ DE TRAZEM MAIS VALIA...

EM VEZ DE TRAZEREM MAIS VALIA SÓ TRAZEM VERGONHA AO CICLISMO AMADOR/VETERANO

Foi com grande consternação que hoje ao ler A Bola e o depois O Jogo verifiquei que o ciclismo amador levou mais uma machadada, mais casos de doping nesta modalidade - mas que tiveram mão pesada da Federação.
1º - Manuel Zeferino, corredor do CD Navais-Póvoa de Varzim, foi suspenso por quatro anos pela Federação Portuguesa de Ciclismo depois de ter faltado ao controlo antidoping na prova regional 4º Circuito Terras de Camilo de veteranos a 25 de Setembro do 2010.
Citando o Jogo - Na altura Zeferino sagrou-se campeão do Minho e não compareceu ao controle nem à entrega de prémios. Testemunhas no local, citadas pela Lusa, descreveram o comportamento do veterano como "fuga, logo depois de ter cortado a meta". "Não fui (ao controlo) porque ninguém me avisou. Cinco minutos depois de ter chegado, comecei o treino que tinha previsto de regresso a casa e segui em frente", respondeu Zeferino à Lusa, em declarações proferidas em Setembro.
O ex-director desportivo da LA MSS foi notificado da decisão da Federação mas não sabe se vai recorrer. "Não sei, para mim, o ciclismo morreu e eu morri para o ciclismo. É uma mágoa grande", comentou a O JOGO, assegurando que é uma decisão "completamente injusta", pois mantém que não foi avisado do controlo. Apesar de haver provas em contrário. Note-se que a ausência a um controlo antidoping equivale a um resultado positivo. A suspensão tem efeitos retroactivos, de 4 de Outubro de 2010 a 3 de Outubro de 2014.
Citando um cronista da Póvoa de Varzim, refere sobre este assunto o seguinte “De recordar que também Aires Pereira, o vereador e vice-Presidente da Câmara Municipal da Póvoa de Varzim, faltou a um controlo anti-doping, tendo na altura alegado que devido a um furo e ao facto de ninguém o ter avisado foi para casa. E todas estas situações devem ser enquadradas numa outra mais ampla que foi o caso de doping na equipa poveira de ciclismo LA-MSS-Póvoa que levou à sua extinção.

2º - De acordo com o diário desportivo A Bola, para além de Manuel Zeferino também Carlos Carneiro, do CD Navais-Póvoa de Varzim, e Arlindo Fernandes, dos Viveiros Vítor Lourenço, foram suspensos. Estes por terem registado testes positivos na mesma prova em Famalicão, foram agora castigados pela Federação em 3 anos. Na urina de Carlos Carneiro foi detectada efedrina, enquanto que em Arlindo Gonçalves acusou 19-norandrosterona um esteróide anabolizantes, usado para aumentar a massa muscular.

É triste aparecerem noticias destas,que só destroem a imagem do ciclismo amador.
Mais palavras para quê!!!

António Moreira

terça-feira, 30 de agosto de 2011

segunda-feira, 29 de agosto de 2011

Crónica do Circuito Associação Nova Vida

Domingo, 28 de Agosto 2011
Tarde quente que chegou. a atingir os 35º. Este foi um bom circuito, com algumas partes técnicas, com uma descida bastante íngreme e logo com uma subida em que aqueles que tivessem força podiam fazê-la em taleiga.
Alinharam à partida 54 atletas para percorrer uma distância de 78,650m, e apesar do vento forte que se começou a sentir fez-se uma média de 39.789km/h. Destes atletas vieram a desistir 6, e a partir do 31º até ao 43º os atletas levaram voltas de atraso.
Como tem vindo a ser habitual os atletas da Xyami, que apareceram com uma equipa numerosa, começaram logo a atacar. As outras equipas foram respondendo como podiam, principalmente os Viveiros. Até que à 2ª volta, na subida para o prémio da montanha,Carlos Gomes da Xyami ataca forte conseguindo-se isolar. O pelotão na tentativa de perseguir divide-se em dois, os que ficaram para trás só um conseguiu recolocar-se no pelotão. Na frente as equipas não se entenderam e como só se via uma a atacar, os Viveiros, não conseguiam que a fuga se anula-se. Sempre que havia um ou outro elemento de uma equipa que tentasse escapar tinham a prontidão dos atletas do Xyami para a anular. Por vezes via-se 1 ou 2 elementos do Xyami a atacar obrigando as equipas adversárias a perseguir e depois estes elementos abrandavam anulando o ritmo imposto, desgastando assim os elementos mais fortes das outras equipas para a perseguição e ponta final.
À 7ª volta o fugitivo esteve quase a ser apanhado na subida, aquando de uma perseguição dos viveiros, com Vitor Lourenço na cabeça do pelotão a tentar uma fuga, mas os colegas do fugitivo conseguiram controlar este ataque e o fugitivo conseguiu ganhar mais tempo.
Rui Rodrigues tenta sair uma ou outra vez,mas apesar de ter feito uma boa prova no dia anterior, hoje à ultima volta deixa de lutar pelos primeiros lugares.
Quanto ao fugitivo este chega isolado com 26'.
Quanto ao pelotão apesar das escaramuças chega compacto, e apesar de ainda não estar em forma Luís Machado faz segundo.
Por equipas é indiscutível a liderança da Xyami.
Quanto a mim depois do revés do dia anterior, precisava de fazer uma corrida que me levantasse um pouco a moral e isso veio a acontecer. Nas partes a rolar onde havia vento andei sempre dentro do pelotão protegido e na subida passava sempre bem colocado na parte da frente do pelotão. Quanto ao final como não sou sprinter chegadas a rolar não me deixam muito bem colocado na geral, mas faço 4º na minha categoria. Isto também é consequência da falta de equipa que me ajude ter uma melhor colocação.
O próximo tema a falar será sobre as especulações das transferências para a próxima época, algumas são bombásticas.

A 2ª parte do 1º Grande Prémio de Portugal que se iria realizar em Setembro foi anulado.

António Moreira


Circuito Associação Nova Vida

Fotos do Circuito Associação Nova Vida

Click to play this Smilebox slideshow
Create your own slideshow - Powered by Smilebox
This picture slideshow customized with Smilebox

Classificação do Circuito Associação Nova Vida



Fotos de Maçãs de Dona Maria

Click to play this Smilebox slideshow
Create your own slideshow - Powered by Smilebox
Picture slideshow made with Smilebox

domingo, 28 de agosto de 2011

sábado, 27 de agosto de 2011

Crónica da prova de Maçãs Dona Maria

Sábado, 27 de Agosto – Maçãs Dona Maria

Este é um circuito grande parte dele em paralelo do tempo romano, se chovesse seria praticamente impossível fazer-se a corrida. Já no ano transacto a organização acrescentou um pouco mais de extensão de percurso em tapete.
Gostaria de aproveitar o momento para louvar a comissão de festas pelos vários eventos desportivos que fez nesta tarde soalheira e pela agradável surpresa após a corrida de ciclismo ter presenteado a todos com um espectáculo aeronáutico de acrobacias, que maravilhou todos os presentes.
Devido à dureza deste circuito à partida só estavam 35 participantes, mas estiveram os melhores corredores nacionais dos veteranos. Esta prova dava prémios monetários até ao 6º da geral e aos dois primeiros de cada categoria. Tendo o 1º um prémio que nem nas corridas dos profissionais há, a módica quantia de 350 euros.
A média foi bastante elevado, 46kms.
Logo que se deu a partida a equipa que tem mostrado ser ultimamente a mais forte, Xyami, começou a fazer ataques bastantes violentos. O primeiro atleta a evidenciar-se foi Carlos Gomes da Xyami que andou várias voltas fugido. O pelotão apesar dos esforços de perseguição dos Viveiros não estava a ter frutos. Entretanto o pelotão começou a fazer ataques, conseguindo-se esticar originando que alguns atletas conseguissem adquirir alguma distância. O ritmo que imprimiram fez o pelotão partir-se em dois e o 1º grupo consegue anular a fuga do fugitivo mas logo de seguida sai Fábio Ferreira da mesma equipa que andou fugido o resto da prova, ganhando-a.
Dos atletas mais inconformados e que mais se destacaram foi Amândio Jesus do Fundiarte e Rui Rodrigues do Peçamodôvar. Notou-se que Luís Machado dos Viveiros mostrou não estar em forma devido aos afazeres profissionais que não lhe deixavam muito tempo para treinar.
Viu-se um Paulo Valente a trabalhar muitas vezes desnecessariamente. Gostei muito da prova do Ismael Costa. E apesar de Vítor Lourenço ter avariado e ter um ou outro elemento para o ajudar este não conseguiu acompanhar o ritmo do grupo da frente tendo feito as ultimas voltas sozinho, notou-se esta equipa um pouco fragilizada.
Da minha parte não foi uma má prova, mas sim uma péssima prova. Logo à partida fiquei na cauda do pelotão e nas primeiras 3 voltas foi onde me mantive e no elástico, até que à 10ª volta tive de encostar.
O 1º foi Fábio Correia da Xyami Cozinhas, Elite
O 1º veterano A foi Rui Rodrigues do Peçamodôvar.
O 1º veterano B foi Luís Machado dos Viveiros.
O 1º veterano C foi Luís Gregório do Leiria.
Em Femininas esteve Catarina Anastácio do Paio Pires.
Por equipas ganha Xyami Cozinhas.

António Moreira

Crónica das provas da Austria- por César Viana

"Ontem tive a minha segunda prova na Áustria. Quem pensava que estaria mais fresco do que a primeira prova enganou-se. Estava mais quente e para atrapalhar ainda mais, o vento estava um pouco forte. Algumas fugas foram tentadas mas nenhuma teve sucesso. O pelotão veio compacto o que dificultou bastante um bom posicionamento para a meta. Acabei fazendo 21º, ficando afastado da Taça por uma classificação. Facto interessante foi a comparação com as duas corridas que fiz. A primeira não teve Controle e todo pedalou que nem mota. Trepam como se estivessem andando no plano. Porém, quando a corrida tem controle, como a de ontem, o ritmo estranhamente é mais moderado e para a chegada, quase que os ciclistas param para que o primeiro vá logo para o controle. Só que hoje, não foi o primeiro que foi ao controle e sim um ciclista que trabalhou bastante para um companheiro de equipa que não completou a prova. Talvez, os comissários estejam ficando mais atentos.
Faz-me lembrar algumas corridas dos meus amigos Lusos. Quando não há controle andam muito e sempre e raras exceções chegam em óptimas classicações. Quando há controle, até não terminam as corridas.
Bom, cada um faz o que apetece.
No mais, foi bastante proveitoso a vinda aqui, o país é lindíssimo e continua sendo a maior atração para o ciclismo Masters."

César Viana

sexta-feira, 26 de agosto de 2011

Informação

Não esquecer que este fim-de-semana há mais duas provas de estrada para veteranos, da Associação de Santarém.
Sábado, dia 27, temos o circuito de Maçãs D. Maria pelas 16h. Este um circuito de 2Kms a percorrer 25 vezes num total de 50kms.
No Domingo, dia 28, temos o circuito da Associação Nova Vida. Este um circuito de 6kms a percorrer 12 vezes, num total de 72kms.

António Moreira

Classificações da Austria







Classificações da Austria




quinta-feira, 25 de agosto de 2011

quarta-feira, 24 de agosto de 2011

Comunicado de Santarém



Comunicado de Setubal


Austria

Gostaria da saudar todos os atletas portugueses que estão na Áustria a competir para a Taça do Mundo. Este ano não estou aí presente mas estou em pensamento e coração. Tenho seguido com interesse as classificações e amanhã publicarei os resultados de todos os portugueses.
Um abraço a todos, boas jornadas de ciclismo e divirtam-se.

António Moreira

Crónica das provas da Austria- por César Viana

"Hoje tive a minha primeira prova em Áustria. Largamos debaixo de um calor tórrido. Nunca passei tanto calor por aqui.
Logo ao fim da primeira subida, deu-se a primeira fuga do dia. Três ciclistas demonstraram estar em superioridade perante ao pelotão, e foram embora e nunca mais alcançados. Na segunda volta deu-se mais uma fuga ( no mesmo local da primeira, ao fim da primeira subida ) com 4 ciclistas que também não mais foram alcançados. Após está outra fuga, o pelotão andou todo agrupado em ritmo muito forte porém insuficiente para alcançarem os fugitivos. Quanto a mim, estava confiante de fazer uma boa prova mais tirei um decepcionante 45º integrado no maior pelotão. Senti muito o calor e cheguei com fortes cãibras em ambas as pernas. Devo ter tido um distúrbio electro-eletrolítico e as pernas pifaram. Mais que isto não sirva de desculpas pois estava calor para todos. Corro agora na sexta-feira e a previsão de tempo é novamente muito calor.
Quem pensava que este ano, seria fraca a participação dos ciclistas por não mais ser realizado o Campeonato Mundial, enganaram-se. Tem muito ciclista por aqui que veio participar como preparação para o Campeonato do Mundo na Bélgica. Vale lembrar, que do Brasil, que fica a 14.000 Km de distância tem mais ciclistas do que Portugal que é aqui ao lado."

César Viana

Ranking actualizado








terça-feira, 23 de agosto de 2011

noticias

Amanhã terei o ranking atualizado

António Moreira

Glória do Ribatejo- Comentário

Ontem deveria-se ter corrido a prova de Glória do Ribatejo, mas tal não aconteceu.
Na altura que os atletas estavam a chegar a comissão de festas resolveu anular a prova.
Esta comissão alegou o não cumprimento do horário por parte da Associação de Santarém, isto porque tinham no seu calendário de Festa a prova para as 15h e a Associação em comunicado tinha a prova para as 17:30h.
Mesmo com os atletas a pedirem e a darem sugestões para se fazer a prova de outra forma, a comissão mostrou-se irredutível, penso que as cervejas a mais que já tinham enburcado lhes afectou o raciocínio, o bom senso e a solidariedade- afinal esta era uma festa religiosa.
Isto é um ultraje para os ciclistas amadores que se deslocaram aquela localidade do Ribatejo, que como eu que fiquei por lá após a prova do Juncal, gastaram o seu dinheiro e só quando lá chegam é que a comissão de festa resolve anular a prova sem ter em conta a deslocação dos atletas e as centenas de pessoas que estavam ao longo do circuito para assistir à prova.
Pelo que me foi dado a perceber esta comissão de festas andou a adiar esta prova varias vezes, neste sentido e vendo o desrespeito que demonstraram para com os atletas que ali se deslocaram só posso concluir que já não estavam com vontade de a realizarem e que isto foi tudo uma patranha para ludibriar todos. Se assim foi agiram de muita má fé e não poderão mais contar com provas de ciclismo amador, pois desta vez serão os atletas a não comparecerem.
Pelo que conheço da Associação de Ciclismo de Santarém duvido que se tenham enganado no horário, esta Associação ainda fez um esforço em contactar os ciclistas para o facto mas estes já se encontravam todos lá.Esperemos que a Associação tome as medidas necessárias, uma vez que a sua imagem foi denegrida várias vezes ao micro pelo presidente da comissão de festas.
Ao que chegou o desrespeito !!!! ,não foi à "toua" que vi descarregar 25 barris de cerveja.

António Moreira

Fotos do Juncal

Click to play this Smilebox slideshow
Create your own slideshow - Powered by Smilebox
Personalize a digital slideshow

domingo, 21 de agosto de 2011

Classificação do Juncal


Crónica do Juncal

Juncal, 20 de Agosto 2011-08-21

A corrida desenrolou-se num dia com tempo bastante quente e abafado, com uns chuviscos e bastante vento que dificultou muito o desempenho dos ciclistas a 10 voltas do fim.
Esta prova continha 25 voltas num total de 70kms, estavam à partida 54 ciclistas terminando apenas 24, isto demonstra o ritmo e a dureza da prova.
Este circuito apresenta bastante dificuldade devido à parte técnica na a proximidade da chegada e logo a seguir na dureza da subida que começa com um empedrado e mesmo apanhando um tapete bom a inclinação vai-se acentuando ao longo de toda a subida. Esta subida era a contagem para o prémio da montanha.
Logo à partida dá-se uma tentativa de fuga de dois elementos (Carlos Gomes da Xyami e Rui Rodrigues do Almodôvar) que conseguiram andar escapados cerca de 5 voltas. Entretanto a equipa dos Viveiros toma conta da corrida fazendo uma perseguição a estes dois atletas, lançando o seu atleta Vítor Lourenço para um ataque no inicio da subida mas que leva mais 5 atletas consigo. Esta fuga com 6 elementos ao fim de 3 voltas consegue se anexar aos dois fugitivo. Mas Carlos Gomes da Xyami inconformado faz um novo ataque consegue isolar-se dos restantes elementos e entra numa fuga sozinho, entretanto André Filipe consegue-se isolar e faz as restantes voltas sozinho. Lá atrás no pelotão inverte-se a equipa perseguidora, passa a ser a Xyami. Devido a esta perseguição o grupo fugitivo é anulado. Neste panorama voltam os Viveiros para a cabeça do pelotão para a perseguição. Esta perseguição que viria a desgastar a equipa dos Viveiros originou que os atletas da Xyami tivessem mais liberdade para controlar a corrida e a poucas voltas do fim saíram dois atletas da Xyami, 1º sai Luís Alexandre que consegue se juntar ao seu companheiro de equipa fugido e depois sai Fábio Ferreira que passa directo pelo atleta do Pataias até se juntar aos seus companheiros. Estes 3 atletas foram ganhando tempo tendo uma pequena ajuda climatérica. O pelotão devido ao mau tempo que surgiu não teve força anímica nem física para encetar uma perseguição.
Esta foi uma corrida muito atípica, com uma média de 40kmsh e que devido a isto desistiram 30 elementos.
Por equipas vence a Xyami Cozinhas e o prémio da montanha foi para Carlos Gomes da mesma equipa.
Quanto à minha prestação, descolei do pelotão a 8 voltas do final, a que o mau tempo em nada ajudou para colar. Paguei com certeza o esforço de ter ido a Fátima na 4ª Feira – fazendo 222kms sozinho, aliado a fortes dores de cabeça e para agravar na última volta tive um furo na roda da frente. Mas tudo fiz para não ser dobrada e consequentemente eliminado. Mas apesar de todos estes contratempos a verdade é que me faltaram as pernas.

Cartaxo, 21 de Agosto 2011-08-21

António Moreira

sábado, 20 de agosto de 2011

Circuito das Muralhas-Èvora



Na sequência do enorme sucesso do evento “Circuito das Muralhas”, (modelo de prova e animação implementado) no ano de 2010 que teve uma apreciação muito positiva por parte de todas as entidades envolvidas, iremos realizar em 11 de Setembro a edição 2011 Nesta edição pretendemos melhorar a oferta de actividades ligadas ao ciclismo e promoção do desporto para todas as idades, fomentando assim a participação de toda a família nas actividades proporcionadas, não só como espectadores mas também como participantes activos. Daremos mais noticias em breve.


António Moreira

quinta-feira, 18 de agosto de 2011

Circuito Nossa Senhora da Glória do Ribatejo

CIRCUITO DA Nossa Senhora da Glória do Ribatejo – 22/08/2011
Categorias: VETERANOS OPEN
Hora: 17:30h
Localização: Glória do Ribatejo
Perímetro do Percurso: Percurso de 1,5 Kms a percorrer em 30 vezes (69 KM) Organizador: Comissão de Festas de N. S. da Glória do Ribatejo / A. C. Santarém

5º Circuito Terras de Camilo


5º Circuito Terras de Camilo
Disputa-se no próximo dia 17 de Setembro o 5º Circuito Terras de Camilo, prova de ciclismo de estrada para os escalões de cadetes, juniores, elites amadoras e veteranos. A última prova de ciclismo de estrada do calendário de 2011 da Associação de Ciclismo do Minho será disputada em Seide São Miguel (Vila Nova de Famalicão).

Organizado conjuntamente pela Associação de Ciclismo do Minho e pelo Centro de Recreio Camiliano, o 5º Circuito Terras de Camilo será disputado num circuito, com cerca de 3,25km, a percorrer oito vezes pelos atletas do escalão de cadetes, dez pelos juniores e quinze pelos elites amadoras e veteranos.
Com início e final na avenida São Miguel, a prova será disputada no seguinte percurso: Avenida de São Miguel (Igreja), Seide São Paio, Rua da Bica Velha, Seide São Paio (Igreja), Largo Nossa Senhora do Carmo, Rua da Boavista, Rua Joaquim José Sousa Guimarães e Avenida São Miguel.

CIRCUITO DAS FESTAS EM HONRA DE S. MIGUEL NO JUNCAL

CIRCUITO DAS FESTAS EM HONRA DE S. MIGUEL NO JUNCAL – 20/08/2011
Categorias: VETERANOS OPEN
Hora: 16:00h
Localização: JUNCAL
Perímetro do Percurso: Percurso de 2,8 Kms a percorrer em 25 vezes (70 KM) Organizador: Comissão de Festas de S. Miguel / A. C. Santarém

quarta-feira, 17 de agosto de 2011

Algumas fotos da Volta à Galiza

Click to play this Smilebox slideshow
Create your own slideshow - Powered by Smilebox
This digital slideshow customized with Smilebox

terça-feira, 16 de agosto de 2011